Para o conhecimento dos povoados do megalitismo de Reguengos

Autores

Typology: 
Paper
Journal title: 
Setúbal Arqueológica
Year: 
1992
Volume: 
IX-X
Pages: 
37-88
Synopsis: 

[Resumo extraido da fonte]

Na sequência dos trabalhos do casal Leisner em monumentos funerários do concelho de Reguengos de Monsaraz, entre 1943 e 1951, esta área foi considerada um importante núcleo do megalitismo da Europa Ocidental. No início dos anos 70, ao conhecimento da dimensão funerária veio juntar-se a componente mágico-religiosa, com a descoberta e estudo dos primeiros menires e cromeleques da regiãó de Reguengos. A vetente habitacional daqueles grupos megalíticos viria a ser revelada através das prospecções sistemáticas levadas a cabo pelos autores, na margens dos rios Degebe e Guadiana, no âmbito da sua participação no estudo de avaliação do impacte ambiental da barragem do Alqueva. Assim, foi possível, correlacionar as grandes fases evolutivas da produção do espaço funerário megalítico do Alto Alentejo com as sucessivas formas de elaboração das áreas residenciais. Com efeito, identificaram-se habitats (Pipas e Qtª da Fidalga) correspondentes às fases iniciais do megalitismo (transição do Neolítico Antigo para o Neolítico Médio), povoados das fases médias (habitat da "Fábrica de Celulose") e do período de apogeu do megalitismo como Albadeiros e Outeiro das Carapinhas (Neolítico final/Calcolítico inicial). Localizaram-se também povoados fortificados, plenamente calcolíticos, correspondentes à fase de declínio do fenómeno megalítico (Outeiro das Carapinhas, Porto das Carretas, Hortinho, Barrisqueira, Senhora da Giesteira, Moncarxa). 

A partir de uma base empírica razoavelmente extensa foram lidas importantes transformações na longa diacronia, não só em termos de cultura material mas também no que respeita às estratégias de implantação do habitat na paisagem, à sua crescente complexificação interna e aos sistemas de articulação com os monumentos funerários e religiosos. Aqueles sistemas de relações deverão continuar a ser "perseguidos" em futuros trabalhos pois estructuram, em última análise, os territórios socialmente apropriados pelas populações da Pré-história recente alto-alentejana.

ÍNDICE: Introdução | Fases do megalitismo de Reguengos | Alvores do megalitismo | Fase média do megalitismo | Fase do Neolítico final/Calcolítico inicial || Inventário dos habitats identificados | Pipas | Quinta da Fidalga | Albadeiros | Outeiro das Carapinhas | Porto das Carretas | Hortinho | Barrisqueira | Senhora da Giesteira | Monxarxa || Bibliografia

Language: 
Geographic area: 
Last modified: 
05/02/2021 - 10:04