Bruxas e bruxos no nordeste algarvio: algumas representações da doença e da cura

Autores

Tipología: 
Artículo de revista
Título de la revista: 
Trabalhos de Antropologia e Etnologia
Año: 
1985
Volumen: 
XXV
Número: 
2-4
Páginas: 
285-295
Sinopsis de contenido: 

[Resumo extraído da fonte] 

Neste artigo são tratados alguns materiais etnográficos do Nordeste Algarvio que habitualmente se associam às noções comuns de «bruxaria», «bruxa» e «bruxo». Esses fenómenos -crenças e sua expressão plástica, relatos de acontecimentos, práticas- são integrados numa categoria mais vasta que reúne os vários sistemas de apreensão da doença e dispositivos para a sua neutralização. Nesta classe integram-se também as várias gradações de curandeiros de que se dão três exemplos locais. Alguns relatos de casos de bruxaria são analisados com um modelo inspirado no de Evans-Pritchard para os Azande, com a intenção de despoletar o debate sobre os limites da explicação sócio-antropológica deste tipo de fenómenos.

Lengua: 
Área geográfica: 
Última modificación: 
04/12/2021 - 13:27