Variação e mudança no português

Autores

Tipologia: 
Atas de congresso
Título do volume: 
A Língua Portuguesa: Actas dos IX Cursos Internacionais de Verão de Cascais
Localidade: 
Cascais
Editorial: 
Câmara Municipal de Cascais & Instituto de Estudos Sociais
Ano: 
2002
Páginas: 
29-44
Sinopse do conteúdo: 

[Sinopsis extraída de la fuente original]

A variação é uma propriedade inerente a qualquer língua (viva e saudável) e pode observar-se quer contemporaneamente, manifestando-se como diversidade dialectal ou sociolinguística1 , quer historicamente, revestindo então a feição de mudança linguística. Os dois tipos de variação encontram-se profundamente imbricados, sendo as variantes dialectais ora vias de acesso ao passado da língua (oferecidas ao observador contemporâneo) ora manifestação de novas mudanças. O conhecimento consciente de uma língua (por quem dela queira ser mais do que utilizador) implica o reconhecimeno dessa dinâmica evolutiva e diversificante que torna qualquer língua resistente à normalização. De facto as variantes normativas são, como as não normativas, eventualmente passageiras, mudando ao longo do tempo o modo como os falantes encaram os mesmos factos linguísticos

Língua: 
Última modificação: 
15/04/2021 - 20:18