Movimentos públicos e memórias privadas. Silêncios e discursos da guerra civil espanhola

Tipologia: 
Artigo de revista
Título da revista: 
Cadernos CERU
Ano: 
2009
Volume: 
20
Número: 
1
Páginas: 
85-111
Sinopse do conteúdo: 

[Resumo proveniente da fonte]

Este artigo reflecte sobre o processo de “recuperação da memória histórica” da II Republica e da guerra civil de Espanha, na construção de uma memória contra hegemónica da ditadura, e sobre a preservação do “discurso apolítico” por parte de indivíduos represaliados da guerra e do regime franquista. No sentido de compreendermos as problemáticas entre os movimentos públicos das associações e as memórias privadas dos indivíduos, estabelecemos uma perspectiva diacrónica entre passado e presente, elegendo como estudo de caso os acontecimentos ocorridos na localidade estremenha de Oliva de la Frontera e as suas representações sociais no presente etnográfico. Palavras-chave: Memória. Guerra Civil de Espanha (1936-1939). Movimentos sociais. Franquismo. Repressão. Resistência.

This article reflects upon the process of “recuperation of the historical memory” of the II Republic and the Spanish Civil War, in the construction of a contra-hegemonic memory of the dictatorship, and the preservation of the “apolitical speech” on the part of the individuals oppressed during the Civil War and the Franquist regime. In the way to understand the problematic between the public movements of the associations, and the individuals’ private memories, we establish a diachronic perspective between past and present, choosing as case study the events occurred in Oliva de la Frontera, and its social representations in the ethnographic present. Keywords: Memory. Spanish Civil War (1936-1939). Social movements. Franquist regime. Repression. Resistance.

Língua: 
Área geográfica: 
Última modificação: 
02/08/2019 - 14:26