Moedas de Balsa

Tipologia: 
Livro
Localidade: 
Tavira
Editorial: 
Associação Campo Arqueológico de Tavira
Ano: 
2005
Páginas: 
59
Sinopse do conteúdo: 

[Resumo extraído da fonte] 

As moedas que iremos analisar são as que estavam melhor conservadas de três colecções distintas: escolhi-as no Museu Nacional de Arqueologia no seu depósito o em exposição no Banco de Portugal, no Campo Arqueológico de Tavira e na Câmara Municipal de Tavira; estão descritas por ordem cronológica e ou foram cunhadas ou simplesmente encontradas no ager de Balsa, abrangendo um período de cerca de oito séculos – do séc. II a.C. ao séc. VI. É feita a sua leitura epigráfica, considerados o enquadramento histórico e mitológico, apresentadas as dimensões, peso, metal, local e particularismos relativos à cunhagem e estado de conservação.
Língua: 
Área geográfica: 
Última modificação: 
12/04/2022 - 13:18