Filologia barranquenha. Apontamentos para o seu estudo

Autores

Tipologia: 
Livro
Localidade: 
Lisboa
Editorial: 
Imprensa Nacional de Lisboa
Ano: 
1955
Páginas: 
217
Sinopse do conteúdo: 

ÍNDICE: DEDICATÓRIA || JUSTIFICAÇÃO || PREFAÇÃO || DIVISÃO PRIMEIRA. Da fala de Barrancos | I. Informação geográfico-histórica | II. Transcrição fonética | III. Influência hespanhola (ou da língua corrente, ou da dialectal) no falar de Barrancos, reduzida a regras gerais | IV. Carácter português do barranquenho | V. Textos populares | 1.º Um continhu | 2.º Três cantigas | VI. Remate da Divisão Primeira || DIVISÃO SEGUNDA. O que o autor pôde coordenar de gramática | Parte 1.ª Fonologia | I. Disquisição dos sons barranquenhos | II. Um pouco de fonologia histórica | Parte 2.ª Flexões | I. Do género gramatical dos nomes | II. Do plural dos nomes | III. Dos nomes numerais | IV. Dos pronomes o do artigo | V. Da conjugação | Parte 3.ª Partículas e interjeições | Parte 4.ª Formação de palavras | Parte 5.ª Da sintaxe (e estilo) || DIVISÃO TERCEIRA. Exemplicação do barranquenho em textos populares | I. Contos | II. Diálogo de animais | III. Narrações breves | IV. Frases avulsas | V. Provérbios | VI. Cantigas vulgares | VII. Adivinhas ou acertões | VIII. Pregão | IX. Várias expressões barranquenhas: ou barranquenhadas | DIVISÃO QUARTA. Seara vocabular

Notas: 

Reedición facsímil en Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1981.

Recensão: 

Alvar, Manuel, Boletim de Filologia, n.º 15, 1957, pp. 370-376.

Língua: 
Área geográfica: 
Última modificação: 
02/08/2019 - 14:24