documentário

Os días afogados

Os días afogados. Película-documental sobre la construcción de la presa de Lindoso (Barragem do Alto Lindoso), que anegó las aldeas de Buscalque y Aceredo (Ourense). Parte del metraje son películas grabadas por los propios vecinos en los años 80 y 90 o reportajes de televisión de la época, muy interesantes por el testimonio humano, pero también por la lengua utilizada.

 

Algunas referencias adicionales:

 

Os días afogados | Trailer 1

Os días afogados | Trailer 1

Portugal - Um dia de cada vez

Uma viagem que começa no extremo Norte de Portugal e que, por terras de Trás-os-Montes e do Alto Douro, visita uma dúzia de aldeias e lugares.
As casas, os cafés, as ruas, e as pessoas que ainda as habitam.
É o retrato do dia a dia de algumas dessas pessoas, cada vez menos, cada vez mais idosas. E sós.
Gente que leva a sua vida, um dia de cada vez.

Nota de Intenções

Tudo se passa numa terra interior de onde as pessoas fugiram e onde os restos do sonho de desenvolvimento se tornaram sinais do absurdo. «É a vida e a vida é triste», dizem com resignação os sobreviventes do Portugal interior. Sobrevivem na condição de viver um dia de cada vez, resignados à fatalidade do destino e a recordar um passado que podia ter sido melhor. A desilusão com o destino é enganada com a culpa da traição dos governantes e com a paixão pelos enredos da televisão. No vazio das horas iguais a tantas outras a existência passa e a vida gasta-se a tentar escapar ao desespero. É um filme de retratos de um país triste que fala de uma particular forma de esperança, a que sonha só com a felicidade de se cumprir a vida. Vivemos um dia de cada vez.

João Canijo e Anabela Moreira

http://visao.sapo.pt/jornaldeletras/cinema/2015-11-17-Portugal-Um-Dia-de-Cada-Vez-de-Joao-Canijo-e-Anabela-Moreira 

Portugal - Um Dia de Cada Vez - Trailer

Um dia de cada vez