Nota prévia

O Corpus oral da fronteira hispano-portuguesa (FRONTESPO-COR) é uma obra em constante atualização. O seu núcleo consiste em quase 300 horas de gravação, a maioria em vídeo, fruto de entrevistas a 287 informantes de diferentes faixas etárias realizadas em 64 localidades de ambos os lados da fronteira entre 2015 e 2017. Destas, oferece-se atualmente em aberto uma pequena amostra, que se irá ampliando progressivamente nos próximos meses. Se algum investigador, docente, membro da comunidade, etc tiver interesse em materiais que todavia não tenham sido publicados, poderá contactar connosco através do e-mail frontespo@gmail.com.

Além disso, estamos a trabalhar na digitalização e edição de outros materiais primários do território fronteiriço. Agradecemos a cessão de gravações inéditas (questionários linguísticos, investigações etnográficas, gravações familiares, etc.) para a sua publicação em aberto, segundo a nossa licença de uso; escreva-nos para frontespo@gmail.com. Obrigado pela sua colaboração.

 

Estrutura do corpus

Para facilitar a consulta e o manuseamento do corpus, cada entrevista foi segmentada em várias gravações com coerência temática —normalmente, entre seis e oito sessões, com uma extensão média entre 10 e 20 minutos—, que se apresentam de modo independente em FRONTESPO-COR.

ficha das gravações constitui o principal, mas não o único ponto de acesso a toda a informação do corpus. No ecrã principal do FRONTESPO-COR mostra-se uma versão abreviada que articula três elementos:

  • Ficha da localização geográfica.
  • Ficha do informante.
  • Ficheiros multimédia.

Carregando no título da gravação, é possível aceder à ficha completa, que apresenta vários elementos adicionais:

  • Descrição do conteúdo (em espanhol, português e inglês).
  • Classificação temática.
  • Campo multimédia, onde não só poderá ver diretamente as gravações na nossa própria página, mas também aceder aos repositórios de Soundcloud, Vimeo e Youtube.
  • Transcrição do conteúdo, tanto alinhada com áudio e vídeo (ELAN) como em texto (PDF e TXT).

 

ficha da localização geográfica é acessível desde a ficha da gravação ou desde o mapa situado à esquerda da janela principal. Esta ficha contém:

a) um mapa com a situação da localidade;

b) a delimitação do território administrativo ao qual pertence (câmara municipal, concelho / distrito);

c) uma breve descrição das principais características geográficas e históricas da população, com ligações a outras fontes de informação, quando for oportuno;

d) uma lista dos informantes entrevistados em cada ponto e das gravações em que participa cada um deles, com possibilidade de consultar diretamente as gravações e as transcrições.

 

A ficha dos informantes proporciona o nome das pessoas (exceto quando estas solicitam permanecer no anonimato), o seu sexo e faixa etária, assim como uma breve descrição do seu perfil sociolinguístico: lugar e data de nascimento, profissão, estudos, deslocações fora da localidade, além de outras circunstâncias que tenham sido relevantes para a análise das entrevistas. Como nos casos anteriores, é possível aceder diretamente às gravações desde esta ficha.

Consulta dos materiais

O ecrã principal de FRONTESPO-COR estrutura-se em três secções bem definidas:

Um mapa de pontos do inquérito, desde o que é possível aceder à ficha de localização geográfica de cada ponto da rede e, desde aí, as entrevistas disponíveis em cada localidade.

Uma lista de gravações, com 10 elementos por página, que pode ser percorrida sequencialmente valendo  as setas e os números disponíveis no fundo da página.

Um motor de pesquisa, que permite delimitar os elementos que se mostram no mapa ou na lista segundo vários critérios de pesquisa: nome da localidadecâmara municipal/distrito ao qual pertence, perfil sociolinguístico da pessoa entrevistada, título da gravação temática da conversação e existência ou não da transcrição da entrevista.

 

Para voltar a ver todos os elementos disponíveis, deve carregar em limpar.

 

Conteúdo do FRONTESPO-COR

Em cada ponto da rede foram entrevistadas várias pessoas, com representação sempre dos dois sexos e das distintas faixas etárias (a) até 50 anos; b) entre 50 e 75 anos; c) mais de 75 anos), com a intenção de fugir do enfoque “arqueológico” da dialectologia tradicional.

Uma entrevista prototípica consta de três partes bem diferenciadas, tanto no que diz respeito aos  conteúdos abordados como no caráter mais ou menos dirigido da entrevista (em geral, de maior a menor nas secções que se apresentam a seguir)

a) Campos semânticos da vida tradicional (agricultura, ganadaria, etc.). Existe um questionário comum a toda a rede, para poder obter um corpus homogéneo que permita planear trabalhos geolinguísticos, dialectométricos, sobre obsolescência léxica, etc.

b) Aspetos sociolinguísticos: juízos sobre a própria variedade e a das populações vizinhas (de um ao outro lado da Raia), atitudes e usos linguísticos (especialmente no caso de variedades minoritárias ou enclaves), mudança ou mistura de código no contacto com nativos de outros países, etc.

c) Aspetos relativos à vida da fronteira e à atualidade do meio rural: abandono do campo, o contrabando e o comércio, a boa ou má relação com os vizinhos do outro lado, etc.

 

[MAIS INFORMAÇÃO SOBRE A ESTRUTURA DAS ENTREVISTAS E A ÁRVORE DE TEMAS DE FRONTESPO-COR NO NOSSO BLOG]

 

 

Ficheiros multimédia

A maioria das entrevistas de FRONTESPO-COR foram registadas de modo redundante, com gravador digital (apenas áudio) ou/e com câmaras de vídeo (som e imagem). Esta política minimiza o risco de perda dos dados por mau funcionamento do material e dota os investigadores e o público interessado de três recursos diferentes segundo as suas necessidades. As características das gravações, com alguma exceção muito pontual são:

a) Audio procedente do gravador digital acoplado ao microfone externo. Frequência de amostragem: 48 kHz, profundidade de 24 bits.

b) Áudio e vídeo. Imagem em alta definição gravada em AVCHD 2.0. (especificações: 1920x1080, 50 fotogramas por segundo; áudio PCM sem comprimir). Depois da edição, publicar-se-á nos repositórios em formato MP4 com áudio comprimido.

c) Áudio extraído da gravação com câmara de vídeo: PCM sem comprimir, com frequência da amostragem de 48 kHz e profundidade de 16 bits.

As gravações de vídeo armazenam-se nos nossos portais de Vimeo e YouTube, enquanto que as duas fontes de áudio estão disponíveis em Soundcloud. Contamos também com versões em formatos WebM e Ogg, que se disponibilizarão brevemente na Wikimedia.

Os ficheiros estão disponíveis nos repositórios supra indicados de acordo com a licença CC-BY-SA 4.0, pelo que podem ser descarregados e reutilizados livremente.

Agradeceremos todo o tipo de colaboração na preservação a longo prazo destes materiais; não hesite em contactar connosco através do e-mail  frontespo@gmail.com.

 

Transcrições

A transcrição das entrevistas é de tipo ortográfico, segundo as convenções das línguas veiculares de cada entrevista, com mínimas concessões aos fenómenos dialectais (supressões ou adições de sons, alteração na ordem dos elementos, etc.); ofereceremos brevemente os critérios que se têm adotado.

Oferecer-se-á a transcrição em dois formatos diferentes:

a) Transcrição alinhada com o áudio e o vídeo, num ficheiro ELAN. Este suporte pode ser usado facilmente por investigadores para acrescentar as suas marcas e os seus morfológicos classificados, sintáticos, de análise do discurso, etc. Agradeceríamos que, nesse caso, nos remetessem os ficheiros gerados, para pô-los à disposição de todos na nossa página web.

b) Texto em formato de transcrição tradicional, tanto em versão editável (TXT) como em (PDF).

MUITO IMPORTANTE: No cabeçalho dos documentos .txt e .pdf indicar-se-á o número da versão da transcrição e se esta foi revista. Aquelas que não tenham sido revistas devem considerar-se como provisórias e serem tratadas com especial atenção. Ao ser possível o confronto direto com os ficheiros de áudio e vídeo, preferimos oferecer as versões de trabalho à medida que fossem estando disponíveis, para facilitar o acesso aos dados às comunidades e pessoas interessadas.