Variações no léxico disponível de 'A Fala': plantas e animais

Autores

Tipologia: 
Artigo de revista
Título da revista: 
LaborHistórico
Ano: 
2019
Volume: 
5
Número: 
Número especial 2
Páginas: 
83-99
Publicação: 

Número especial de la revista LaborHistórico titulado Cabalgando nas ondas do Atlántico. Estudos sobre léxico galego e portugués, coordinado por Rosario Álvarez y Eduardo Louredo.

Sinopse do conteúdo: 

[Resumo proveniente da fonte]

No vale de Xálima (Cáceres) falam-se três variedades (manhego em São Martinho de Trebelho, lagarteiro em As Elhas e valverdeiro em Valverde do Fresno) de uma língua cujo glotónimo consensual, embora controverso, é A Fala. Desde o boom dos anos 90, foram muitos os investigadores que realizaram estudos sobre estas variedades; todavia, a maioria deles centraram-se em determinar a origem e adscrição linguística das mesmas, pelo que ainda são necessários mais trabalhos descritivos em todos os campos da língua, especialmente no léxico. A partir de uma recolha do léxico disponível de A Fala do vale de Xálima, propomo-nos analisar as variações encontradas em dois centros de interesse: animais e plantas. Palavras-chave: A Fala. Léxico disponível. Variação. Castelhanização. Diglossia.

In Vale de Xálima (Cáceres) three varieties of a language (manhego in São Martinho de Trebelho, lagarteiro in As Elhas and valverdeiro in Valverde de Fresno) consensually called A Fala are spoken, although this glottonym may be controversial. Since the boom of the 1990’s, many researchers have conducted studies on these varieties; however, most of them focused on determining the origin and their linguistic assignment, whereby more descriptive work is needed in all fields of the language, especially in what concerns the lexicon. Having as a starting point a collection of the available lexicon of A Fala, of the Vale de Xálima, we propose to analyze the variations found in two centres of interest: animals and plants. Keywords: A Fala. Available lexicon. Variation. Castilianization. Diglossia.

Língua: 
Última modificação: 
21/11/2019 - 21:53