O Espaço Funerário Alto-Medieval da Torre Velha (Castro de Avelãs, Bragança)

Autores

Tipologia: 
Atas de congresso
Título do volume: 
Arqueologia de Transição: O Mundo Funerário. Actas do II Congresso Internacional sobre Arqueologia de Transição (29 de Abril a 1 de Maio 2013)
Editores de volume: 
Branco, Gertrudes; Rocha, Leonor; Duarte, Cidália; Oliveira, Jorge de; Bueno Ramírez, Primitiva
Localidade: 
Évora
Editorial: 
Centro de História de Arte e Investigação Artística (Universidade de Évora)
Ano: 
2015
Páginas: 
297-306
ISBN: 
978-989-99083-6-9
Sinopse do conteúdo: 

[Resumo proveniente da fonte]

Here we present the results of the first campaign of excavations made in the archaeological site of Torre Velha (Castro de Avelãs , Bragança) , during the summer of 2012, in its funerary space. The analysis will be done in an integrated way, articulating the (new) archaeological data (chronology, stratigraphic context and associated material) and anthropological (paleobiological study of the burials and funerary anthropology), along with a brief historical background of the site - one the most reported in the archaeological literature of Trás-os- Montes, usually identified as the capital of the people “Zoela” in Roman times. In the anthropological study, will be characterized 19 individuals and three ossuaries (one associated to a burial). The skeletons recovered represent four children, a young adult and 16 adults. In the group of the adults we have six females, seven males and four individuals that were impossible to determinate the sex. Keywords: Castro de Avelãs, Bragança, anthropological study.

Apresentam-se os resultados da primeira campanha de escavações efetuada no sítio da Torre Velha (Castro de Avelãs, Bragança), durante o verão de 2012, referentes ao seu espaço funerário. A análise será feita de forma integrada, articulando os (novos) dados de natureza arqueológica (cronologia, contexto estratigráfico e materiais associados) e antropológica (antropologia funerária e estudo paleobiológico da amostra exumada), a par de uma breve contextualização histórica do sítio – um dos mais referidos na bibliografia arqueológica de Trásos-Montes, identificado habitualmente como a capital dos Zoelas em época romana. No domínio antropológico serão caracterizados 19 indivíduos, bem como três ossários (um dos quais associado a um enterramento) e duas reduções, ambas com apenas um indivíduo. Os esqueletos recuperados representam quatro não adultos, um adulto jovem e 16 adultos. Destes últimos, seis pertencem ao sexo feminino, sete ao masculino, sendo que em quatro este parâmetro não pôde ser avaliado. Palavras-chave: Castro de Avelãs, Bragança, alta-idade média, antropologia funerária, perfil biológico.

Língua: 
Área geográfica: 
Última modificação: 
27/03/2020 - 11:37