Interpolação & Cia nos dialectos do Português Europeu

Autores

Magro, Catarina (Autor)
Tipologia: 
Artigo de revista
Título da revista: 
Estudos de Lingüística Galega
Ano: 
2010
Número: 
2
Páginas: 
97-119
Sinopse do conteúdo: 

[Resumen extraído de la fuente original]

Este artigo caracteriza e analisa a construção de interpolação actualmente existente em variedades dialectais do Português Europeu (PE), com base no conjunto de dados reunidos no CORDIAL-SIN – Corpus Dialectal para o Estudo da Sintaxe. São objectivos do presente trabalho: (i) a descrição das propriedades e funcionamento da interpolação dialectal contemporânea, (ii) a compreensão da relação existente entre esta construção e outros fenómenos relativos à colocação dos clíticos manifestados nos mesmos dialectos e (iii) a perspectivação diacrónica do fenómeno de interpolação dialectal contemporânea na história global da construção. A investigação sobre este tema, cujos resultados são integralmente apresentados em Magro (2007), revela que a interpolação é uma construção particularmente produtiva em muitas das variedades dialectais consideradas, que apresenta características que a individualizam no cenário geral da história da interpolação e que deve ser interpretada como um fenómeno inovador que emerge recentemente na gramática do português, contrariamente ao que habitualmente é assumido na literatura sobre o tema. A análise que se propõe adopta o modelo de organização da gramática previsto pela teoria da Morfologia Distribuída (Halle / Marantz 1993, 1994) e concebe a interpolação dialectal contemporânea como o resultado de uma operação de movimento pós-sintáctico que actua numa fase terminal da derivação.

Palabras chave: sintaxe; movimento pós-sintáctico; dialectos do Português Europeu; clíticos; interpolação; duplicação

Língua: 
Última modificação: 
02/08/2019 - 14:24