Caracterização e problemas atuais do barranquenho: contribuições para uma política de revitalização

Tipologia: 
Artigo de revista
Título da revista: 
Estudos de Lingüística Galega
Ano: 
2020
Número: 
12
Páginas: 
179-199
Sinopse do conteúdo: 

[Resumo proveniente da fonte]

Neste artigo analisa-se a situação atual ‒ resultado do contacto multissecular entre o português e o espanhol ‒ de uma variedade linguística mista falada numa vila portuguesa do Alentejo: o barranquenho. O objetivo deste trabalho é propor uma revisão do estatuto e da tipologia até agora atribuídos a esta variedade – dialeto, fala fronteiriça ou raiana – que, em virtude das suas características, deveria ser tratada como uma língua de contacto, minoritária, ameaçada e em perigo de extinção. A metodologia utilizada consiste em compulsar várias fontes relativas ao barranquenho, assim como dados recolhidos em inquéritos realizados em Barrancos, de maneira a averiguar-se a perceção que, de fora da comunidade, se tem do barranquenho, mas também a consciência linguística da própria comunidade sobre a sua língua. Com este estudo pretende-se contribuir para o reconhecimento do barranquenho como língua lato sensu e mostrar a necessidade de uma política e planificação linguísticas que permita preservá-la das ameaças que sobre ela pairam. Palabras-chave Barranquenho; sociolinguística; política linguística; língua ameaçada; património cultural imaterial.

In this article, we analyse the current situation—a centuries-old result of contacts between Portuguese and Spanish—of a hybrid linguistic variant spoken in the Alentejo region, i.e., Barranquenho. Additionally, we propose a revision of the status and typology that up until now have been attributed to this variant— also referred to as dialect, border language, or raiana (“border line” or “strip” language)— that, due to its characteristics, should be considered as a contact language, a minority language, an endangered language, and a language on the brink of extinction. As for our methodological approach, we compiled various sources on Barranquenho, as well as data gathered from research and surveys conducted in Barrancos aimed at ascertaining the perception that people living outside the community of its speakers’ have of Barranquenho. Furthermore, we have also examined the linguistic awareness that speakers of Barranquenho have of their own language. Our research is thus a contribution to studies aimed at recognising Barranquenho as a lato sensu language while calling upon the need for a linguistic policy and planning aimed at preserving it from extinction. Keywords Barranquenho; sociolinguistics; linguistic policy; endangered language; intangible cultural heritage.

Língua: 
Área geográfica: 
Última modificação: 
31/07/2020 - 10:32