Proposta de reformulação da classificação dialetal do noroeste português

Autores

Typology: 
Paper
Journal title: 
Estudos de Lingüística Galega
Year: 
2018
Issue: 
Número especial
Pages: 
193-208
Synopsis: 

[Resumo proveniente da fonte]

Brissos / Rodrigues (2016) apresentam dados acústicos que sugerem a reformulação, em vários aspetos fundamentais, da imagem que nos tem sido legada sobre uma das variedades dialetais mais idiossincráticas do português: a variedade do Baixo Minho e Douro Litoral da proposta de classificação dos dialetos portugueses de Cintra (1983). Para se poder rever aquela imagem, os dados de Brissos / Rodrigues necessitam, porém, de ser testados à luz do confronto com uma rede densa de inquéritos. Levamos a cabo esse confronto neste artigo, chegando a uma proposta de reformulação da variedade dialetal do noroeste português assente em três pilares: a área da variedade é muito mais estendida do que é referido tradicionalmente; o traço identificador da variedade, a ditongação de vogais tónicas, deixa apenas de fora as vogais cardinais; existe ditongação não apenas com semivogais altas mas também com semivogais não-altas centrais. Daí resulta a primeira revisão concreta da proposta de Cintra, procedimento que defendemos ser importante introduzir nos estudos dialetais do português. Desse novo quadro resulta, por sua vez, um novo posicionamento de algumas questões essenciais de história e fonética/fonologia da língua portuguesa. Palabras-chave: Dialetologia percetiva/tradicional, dialetologia acústica, ditongação de vogais tónicas, clasificação dos dialetos portugueses, variedade do noroeste português.

Brissos / Rodrigues (2016) have presented acoustic data supporting the redesign, in several fundamental respects, of the current idea of one of the most distinctive dialects of European Portuguese: the variedade do ([dialectal] variety of) Baixo Minho e Douro Litoral, as identified by Cintra’s (1983) classification of Portuguese dialects. In order to carry out that reformulation, Brissos / Rodrigues’ data must be tested against an extensive network of inquiry points. The present paper takes on that test and arrives at a proposal for a restatement of the dialect’s characterization based on three basic premises: (i) its area is much larger than was traditionally assumed; (ii) its identifying linguistic feature – the diphthongization of stressed vowels – only leaves out cardinal vowels; and (iii) there is diphthongization not only with high semivowels but with non-high central semivowels as well. The outcome of the study is the first substantial revision of Cintra’s classification, which we claim ought to be incorporated into the literature on Portuguese dialectology. The proposed revision is in turn suggestive of a new approach to some important issues in the history and phonetics/phonology of Portuguese. Keywords: Auditory/traditional dialectology, acoustic dialectology, diphthongization of stressed vowels, classification of Portuguese dialects, dialect of northwestern Portugal.

Sumário: 1. Introdução. 2. O que há a rever na caracterização do noroeste dialetal português. 2.1. A ditongação não existe apenas nas vogais médias-fechadas. 2.2. A ditongação das vogais médias divide-se em dois subtipos. 2.3. A região mais setentrional do noroeste não fica fora da variedade. 3. Síntese: proposta de reformulação da caracterização do noroeste dialetal português.

Language: 
Geographic area: 
Last modified: 
08/02/2019 - 14:27